Terça-feira, 9 de Janeiro de 2007

Sadam e a Pena de Morte

Há pouco tempo surgiram na televisão umas imagens de um acto que indignou uns e satisfez outros. Estou a falar das imagens da execução de Saddam Hussein capturadas por telemóvel por um guarda prisional.

Primeiro, gostava que as pessoas ficassem cientes que tanto o acto como a sua publicação quebraram para aí metade dos direitos humanos. Embora seja radical em muitos aspectos, sou completamente contra a pena de morte.

Os argumentos das pessoas a favor costumam ser do tipo: "O gajo matou muitos, por isso merece morrer". A pena de morte, não só é imoral, como não tem lógica. Como podemos nós condenar o acto de matar alguém se o fazemos a seguir? Se dizemos que ninguém tem o direito de matar ninguém, será nós temos o direito de ignorar esse direito e usar a morte como castigo?

Não estou a defender nada que o homem fez, mas ele foi condenado por um tribunal controlado por americanos, num país onde o presidente é curdo e o primeiro ministro chihita. Onde está a justiça e a imparcialidade do julgamento?



Não seria melhor, para além de mais penoso para o condenado, a prisão perpétua? E para quem diz que não quer contribuir com os seus impostos para assassinos, não existe o trabalho prisional?

Será que as famílias dos que ele matou terão os seus entes queridos de volta só porque ele morreu? Não.

Esta história faz-me lembrar o faroeste. Olho por olho, dente por dente. Ser estrangulado por uma corda. Estamos no século XXI. Já devíamos ter aprendido alguma coisa com tantos anos de experiência.

Noutros casos, a pena de morte ainda tem outro peso contra ela: O preço de matar um inocente é demasiado elevado.

O que acham? Concordam? Não?
Comentem e argumentem.
sinto-me:
música: Shakira & Santana - Illegal
Tags:

publicado por Ricardo às 19:36
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De luxxx a 9 de Janeiro de 2007 às 21:39
Completamente de acordo!!!!!!!


De quilhas a 14 de Janeiro de 2007 às 11:20
Tens toda a razão, a prisão perpétua seria mais justa e bem pior.
guerolitos.blogs.sapo.pt


Comentar post

Pesquisa

 
RSS