Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Up in the Air (2009)

Ficha Técnica

Título Original: Up in the Air
Título Traduzido: Nas Nuvens
Ano: 2009
Argumento: Jason Reitman & Sheldon Turner
Realização: Jason Reitman
Elenco: George Clooney, Vera Farmiga & Anna Kendrick
Estreia nos EUA: 23 de Dezembro de 2009
Estreia em Portugal: 21 de Janeiro de 2010

 

Rotten Tomatoes: 90%
Metacritic: 83 / 100
IMDB: 8.1 / 10

 

 

Up in the Air é o novo filme do director de Juno, Jason Reitman, com George Clooney no papel principal. É também um dos filmes melhor recebidos pela crítica este ano. Sendo Juno um dos meus filmes preferidos, em parte pela realização de Reitman, o meu grande entusiasmo só foi contido por não gostar muito de Clooney como actor.

No geral, gostei do filme, embora não o tenha achado nada de grandioso ou uma pérola dos filmes indie (até porque nem é muito indie) como se tem dito. É um bom filme, com boas interpretações, uma excelente realização e um argumento decente, que não escapa a algumas falhas.

O início do filme, embora eu compreenda que para alguns seja um pouco difícil de entrar no estilo, é muito bom. Aliás, todo o filme em si é interessante e rápido. Conseguem criar muito bem a história de um profissional que descura a vida pessoal pelo seu trabalho em que despede pessoas e viaja constantemente, passando a vida em aeroportos, hoteis. Uma vida inserida numa mala.

Criaram um filme que é bem sucedido em transportar o espectador para o lugar do personagem, cria uma boa empatia e uma interssante reflexão. O prolema é que depois de nos pôr naquele lugar e nos levar naquela viagem, não sabe o que fazer a seguir. O fim é tudo menos satisfatório. O twist final é mais do que previsível. E não é daqueles fins que detestamos porque nos deixam de boca aberta e ficamos chateados porque realmente sentimos o que os personagens sentiram e sofremos quando eles sofreram. Basicamente é daqueles fins que nos causam um bocejo e um "Foi isto?".

Quem defende que o filme teve boas interpretações tem razão. Nada de extraordinário, nada de sobrenatural. Apenas boas representações. Na minha opinião, a realização de Reitman é o grande atractivo para ver este filme. É uma realização decidida, rápida e com classe que realça a melhor parte do filme, os excelentes momentos de comédia negra, sem sugar a importância ou o drama à cena. Um desses exemplos é a excelente, embora breve, participação de Zach Galifianakis.

Já agora, a tradução do título do filme é de louvar. "Nas Nuvens" foi uma excelente opção. Fico muito contente por não caírem na tentação de lhe dar um título como "Lá no Céu" ou "Despedimentos".

Para concluir, Up in the Air é um bom filme, com uma excelente realização e uma interpretação muito boa dos três actores principais, mas não é nada de revolucionário. O argumento não é excelente, mas é bom. O filme faz o seu trabalho, mas o fim desilude. O twist, embora lógico, foi demasiado previsível. Apesar de tudo, é um bom filme e leva a minha recomendação. Vejam-no e tirem as vossas conclusões.

 

Tags:

publicado por Ricardo às 19:31
link do post | comentar | favorito

Música da semana

Pesquisa

 
RSS