Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

O tribunal, os cúmplices e o cego

E lá estava eu a jantar mais uma vez quando, ao ver o telejornal português, uma das minhas muitas fontes de conteúdo para analisar (ainda se lembram disto?), ouvi a seguinte frase "Cinco sujeitos em tribunal por escravizarem um cego.". Moral ou não, incorrecto ou não, ri que me fartei.

Porque raio é que alguém quereria escravizar um cego? Escravizar é um acto imoral, desumano e etc, mas tem a sua lógica. O opressor aproveita-se do oprimido. Então a minha pergunta é? Porquê escravizar um cego? Não era mais eficiente escravizar uma pessoa normal? Mais produtivo do ponto de vista do que escraviza.

Então, como queria partilhar as minhas ideias com vocês, pesquisei a notícia. E a minha experiência explica porque é que é estúpido e ineficaz, embora extremamente divertido, ouvir palavras e frases das pessoas que vão a conversar na rua. Elas são absurdas porque estão fora do contexto. Com esta frase foi a mesma coisa.

Afinal a história era outra. O cego era um mendigo que, escravizado ao longo de dez anos, era, alegadamente, obrigado a entregar as suas esmolas a uma família de cinco indivíduos entre os 20 e os 60 anos. Isto, ou quando chegava a casa levava porrada, como diz o povo, e ficava sem comida. Também fazia outro tipo de trabalhos como carregar madeira e sucata.

É óbvio que o meu "alegadamente" não é inocente, nem foi posto ali para formalizar a coisa. Eu digo isto porque a história do senhor "Tó Quim" apresenta imensas incoerências e o senhor até se contradiz. Por exemplo: porque é que se deixou levar da casa da irmã, porque é que ninguém o procurou, porque é que quando mudou de localidade não fugiu, porque é que quando ficou na mesma localidade não fugir, porque é que não fugiu, porque é que não usou o telemóvel que supostamente sabia usar, porque é que este acto demorou dez anos a ser denunciado, e por aí avante.

Se quiserem informações sobre o acto para o perceber melhor vão a este link. É uma das notícias online do correio da manhã. Adorei, conteúdo óptimo, sem estrutura nenhuma, envolvida de sensacionalismo e com comentários de chorar por mais. Enfim, uma notícia à portuguesa. Até começa com a citação da praxe!

Depois de me informar e de reparar nas incoerências das alegações deste senhor, pus-me a pensar mais um bocadinho. Se uma das explicações, a mais óbvia, das contraditórias denúncias de Tó Quim é que ele também beneficiava da situação porque é que precisava de parceiros se era ele que fazia o trabalho todo? E se eram parceiros, porquê denunciá-los? E se fosse denunciá-los, porque esperar dez anos?

Perante todos estes factos, alegações, incoerências e contradições; perante a incredulidade de todos os factos só me resta dizer que, realmente, Sherlock Holmes tinha razão, em detrimento da teoria do Dr. Watson. Citando o detective: "A vida é infinatamente mais estranha que qualquer coisa que a mente do homem possa inventar."

 

PS: Mexeram no editor de texto do Sapo e agora está pior. Se estiverem atentos vão ver coisas esquisitas neste post devido a isso.

 

PS2: Um amigo meu criou um blog com o originalíssimo nome de "wrestling o show. e mais coisas tipo formula1" (adoro o título!) e pediu-me para o divulgar aqui. Ele ainda é inexperiente, mas eu estou a dar-lhe umas (boas) dicas. Se gostam de wrestling, de futebol, de jogos de futebol, de carros e das peripécias de um rapaz do 8º ano, este blog é para vocês! Como eu não gosto das três primeiras, este blog deve ser mais para vocês do que para mim... O link é wwwwwef1-wwe.blogspot.com. Não é excelente o endereço?

sinto-me: Há cada uma que até parecem 2!
Tags:

publicado por Ricardo às 22:48
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De luxxx a 10 de Maio de 2008 às 18:13
"Porque é que se deixou levar da casa da irmã?"
- Porque se estava a lixar para a irmã. Como diz o povo: "Olhos que não vêem, coração que não sente".

"Porque é que ninguém o procurou?"
- Porque finalmente viram-se livres do cego!

"Porque é que quando mudou de localidade não fugiu?"
- Tentou, mas escolheu a porta errada. Em fez de sair para a rua, entrou no quarto dos raptores.

"Porque é que quando ficou na mesma localidade não fugiu?"
- Tentou, mas escolheu a porta errada. Em fez de sair para a rua, entrou no quarto dos raptores... novamente.

"Porque é que não fugiu?"
- Tentou, mas escolheu a porta errada. Em fez de sair para a rua, entrou no quarto dos raptores... pela terceira vez consecutiva.

"Porque é que não usou o telemóvel que supostamente sabia usar?"
- Porque o telemóvel encontrava-se no quarto dos raptores. Quando tentou lá entrar à socapa, enganou-se e foi parar à rua.

"Porque é que este acto demorou dez anos a ser denunciado?"
- Porque ninguém viu o que tinha sucedido.


De Ricardo a 10 de Maio de 2008 às 19:55


Numa palavra: Incrível!


De luxxx a 10 de Maio de 2008 às 22:50
Oooooppps... fez por vez... caraças... so sorry!



De luxxx a 12 de Maio de 2008 às 22:05
Estás à procura da primeira ou da segunda época do Skins?


De Ricardo a 12 de Maio de 2008 às 22:32
Se possível, as duas. Mas quero ver a primeira primeiro. =P


De luxxx a 12 de Maio de 2008 às 23:24


Comentar post

Pesquisa

 
RSS