Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

The O.C.: Season 4

Nome original: The O.C. (Orange County)
Nome traduzido: O.C.: Na terra dos ricos
Temporada:
Episódios: 16
Ano: 2005 - 2006
Criador: Josh Schwartz
Slogan:
- "The O.C. Orange County, It's where all the beautiful people live."
- "The best new show of the summer is coming this fall."
- "It's nothing like where you live. And nothing like what you imagine."
- "The Sun Is Setting On The OC (Último Episódio)"
Formato: DVD

Provavelmente já estão fartos de me ouvir falar desta série. Eu também. Mas já que comecei, acabo. Futuramente vão ver outras, mais recentes, aqui no Criticando.



A quarta temporada de OC só foi renovada para 16 episódios, uma atitude estranha da FOX visto que esta série é conhecida por ter mais episódios por temporada que o normal (27, 24, 25). Com uma excelente primeira temporada, The O.C. veio pela rua abaixo tanto na crítica como nas audiências e acaba por ser cancelado. Pergunto-me se isto teria acontecido se a Marissa não morresse na temporada anterior. O meu palpite é que não. Mas nem tudo é mau. Com esta grande reviravolta os escritores tentam dar uma lufada de ar fresco à série, e conseguem.

Os primeiros quatro episódios são a ressaca da morte da Marissa e as suas consequências. Adorei-os todos. Qualidade elevadíssima. A forma como as personagens mudam, as novas histórias, mas é matador para aqueles que gostavam dela. Tantas saudades! Continuo com a minha opinião: parem de matar mulheres bonitas na TV! Enfim... Uma pena!

A partir daí, a série avança para um género de comédia romântica que sempre fez parte de OC, em detrimento da parte dramática que lhe era tão característica. Os episódios seguintes foram piores. Personagens que estavam muito bem conseguidas como Che, o amigo ambientalista de Summer, e Taylor, a nova integrante dos Fantastic Four, foram usados em enredos inacreditáveis que tentavam, às vezes sem sucesso, ter piada. Custou-lhes a integridade de algumas personagens.

Oito episódios depois, a série começa a preparar-se para o fim e devo dizer que foi muito bem conseguido. Os últimos quatro episódios foram excelentes. A ideia do terramoto foi muito bem pensada e foi interessante ver como reagia cada personagem. Depois veio o fim com o episódio "The End Is Not Near, It's Here", que foi muito, muito bom. Apesar de se notar a "pressa", foi bom ver um episódio a andar rápido. Arranjou excelentes fins para todos os personagens, deixando alguns em aberto. A Marissa apareceu duas vezes. Quase chorei, mais uma vez. Será que estou a ficar sentimental?



E assim acaba um excelente teen drama que teve altos e baixos, mas que manteve uma história interessante até ao fim. A quarta temporada foi boa, mas não a melhor, como muitos fazem pensar. Não chega aos calcanhares da primeira e vê-se aflita para concorrer com a segunda. O fim foi muito satisfatório. Mas a pergunta persiste, se não tivessem matado Marissa, será que a série ainda estava no ar? Será que voltariam a ter a qualidade da primeira temporada? Uma pergunta para a qual gostava de ouvir opiniões. The O.C. vai ser lembrado pela primeira temporada, mas também pelo seu grande visual californiano e pela incrível banda sonora!

4ª Temporada
****
Extras
**

Se não viram as análises às outras temporadas:

Season 1 (5*)
Season 2 (4*)
Season 3 (3*)


PS: Quantas vezes falei da Cooper neste texto? Uii! E ela nem sequer entra...
sinto-me:
música: Phantom Planet - California
Tags:

publicado por Ricardo às 14:11
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De luxxx a 8 de Maio de 2008 às 00:09
Tudo tem um princípio um meio e um fim. Felizmente, o The O.C. terminou ao fim de três temporadas, evitando que ficasse semelhante a Beverly Hill, 90210 - com trintões a fazerem de jovens adolescentes.

Mas a minha paixão continua a ir para o Skins. Magnífico. Talvez porque me senti mais próximo de uma cultura europeia, não sei. Música, realização, argumentos, interpretações, banda sonora. Perfeito.

A segunda temporada terminou. O cast mudou quase por completo. E a imagem final é absolutamente brilhante.


De Anónimo a 6 de Novembro de 2018 às 22:06
Super concordo! Marissa Cooper eles literalmente enterraram-la!! Sério fiquei decepcionada, todos os episódios até o ultimo da terceiro, foi a melhor série, depois bagunçaram o que era drama, sério, adulto, e cômico! Virou comédia romântica e desviaram totalmente o roteiro e a essência!!!


Comentar post

Pesquisa

 
RSS