Quarta-feira, 12 de Março de 2008

The O.C.: Season 3

Nome original: The O.C. (Orange County)
Nome traduzido: O.C.: Na terra dos ricos
Temporada:
Episódios: 25
Ano: 2004
Criador: Josh Schwartz
Slogan:
- "The O.C. Orange County, It's where all the beautiful people live."
- "The best new show of the summer is coming this fall."
- "It's nothing like where you live. And nothing like what you imagine."
- "The Sun Is Setting On The OC (Último Episódio)"
Formato: DVD

Em vez de
fazer uma análise genérica e andar aqui a usar códigos, vou revelar um grande spoiler, que toda a gente já sabe qual é, e comentar a história.

Esta temporada de O.C. é frustrante. O enredo é mediano e, embora com alguns episódios excelentes, fica sempre aquele sabor amargo. Falta qualquer coisa. Estas óptimas personagens que brilharam na 1ª temporada estão em storylines sem sentido que pouco têm a ver com elas.

Sandy Cohen a gerir um negócio? Kirsten não faz nada? Marissa tanto está bem como está mal? Foram feitas muito más opções. E a maior ainda está para vir.



Marissa faz-me lembrar a Lana Lang de Smallville. Os fãs estão todos contra, mas quando vai embora, deixam de ver a série. E foi isso que aconteceu. Joss Shwartz mata Marissa.

Nas palavras do homem "Não conseguíamos arranjar outro final para a personagem". Nas palavras de Mischa Barton "Acho que a personagem já passou por tudo". Mais valia admitir que a menina queria sair e arranjar um final diferente para a personagem. Ou dar-lhe um aumento.

Na minha opinião, a série já devia ter acabado porque vem numa espiral decrescente desde o fim da primeira série. Assim acaba de outra maneira. Como disse, ninguém gosta da personagem, mas com ela morta a série tem uma enorme quebra nas audiências. E a FOX... como já é hábito... cancela.

E eu? Eu quase que chorei! Ver uma coisa tão bonita ali... imóvel e pálida. Juro! Se eu fosse director de alguma televisão, era estritamente proibido matar mulheres bonitas. Que mania!

3ª Temporada
***
Extras
**
Já agora, alguém já ouviu falar da rapariga coscuvilheira (Gossip Girl)? É a nova série do criador de O.C. e, pelo que vi até agora nos blogs e fóruns, há uma certa rivalidade entres os fãs de uma série e da outra. Quando vir o 1º episódio digo qualquer coisa.
sinto-me: Coooooop!
música: Jeff Buckley - Hallelujah
Tags:

publicado por Ricardo às 14:02
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De luxxx a 13 de Março de 2008 às 00:37
Pensa que ela está bem viva nas primeiras três temporadas.

A quarta até começa bem... mas depois é o descalabro total.

Volta a aconselhar-te: Skins!


De Ricardo a 13 de Março de 2008 às 11:34
Não gostaste da 4ª? Há quem diga que é a pior e há quem diga que é a melhor. Eu não sei o que dizer.

Agora vou acabar de ver o The O.C. porque tenho o pack dos DVD das 4 temporadas, daí estar a fazer as análises agora.

Quanto aos Skins, já estou a fazer o download. Experimentei o FNL, mas o futebol não é muito a minha onda...


De luxxx a 17 de Março de 2008 às 13:28
Gostei muito dos primeiros episódios da 4ª. Mesmo muito! Mas depois começa a resvalar. Mesmo assim, proporciona excelentes momentos televisivos.


De Pipocas e Outras Tretas a 12 de Agosto de 2008 às 18:46
Olá. Em primeiro lugar, parabéns pelas críticas a esta série, uma das favoritas dos membros do blog. Gostei de ler, e em geral concordo com o que foi dito. A terceira temporada foi uma desilusão, parecia que nada acontecia. Pareceu uma tentativa frustrada de recriar (ou reciclar) velhos obstáculos às personagens. Chegou a um ponto em que a série já parecia velha, sem conseguir surpreender: e dizer isso em relação a "The O.C." é dizer muito.
A questão da Marissa é engraçada. Dos que vêem, conheço quem a odeie, e com razão, e quem a adore. Era, sem dúvida, a minha personagem favorita, apesar de todas as suas falhas. Muitos dos meus momentos favoritos da série centram-se nela, ou têm-na lá, como o final da 2a temporada, o início da 2a, o final do episódio "The New Kids On The Block", também da 2a, quando ela e o Seth estão sentados naquele banco. Ou na primeira, quando ela quase morre de overdose. E muitos mais...
O problema é que... eu vi a série aos soluços. A primeira temporada, acompanhei-a toda. A segunda não pude ver quando passou; a terceira vi bastantes episódios para formar uma opinião, e a quarta vi os suficientes para perceber que a série tinha morrido com a Marissa, para mim, apesar do algo inspirado primeiro episódio. Estou agora a ver a 2a temporada (infelizmente, apanhei na tv alguns dos momentos cruciais, como o final da 2a, ou a tentativa de violação - mais uma das cenas clássicas da personagem) e, estando eu ainda na primeira parte (vi os 5 primeiros episódios), discordo do que dizes. Acho que está tão boa (ou melhor, em alguns aspectos) do que a primeira. Estou a gostar da distância (evidente no final do 4º episódio) entre eles todos, e as novas personagens são muito boas. Gosto do Zach, da Alex e da Lindsay. Quanto ao DJ, sinceramente não sei o que a Marissa pensou quando começou qualquer coisa com ele. Acho que é um obstáculo nada realista à relação da Marissa e do Ryan, e talvez seja por isso que gosto mais da Lindsay - em relação a ela, pelo menos, podemos encontrar alguns motivos para justificar o interesse do Ryan.

Gostei dos textos! Só uma pergunta: costumas ver "Grey's Anatomy"? Se sim, não me importava nada de ler alguma coisa sobre a série aqui...! Cumprimentos!


De Ricardo a 1 de Setembro de 2008 às 12:09
Adorei a 1ª temporada de Grey's Anatomy, vi a 2ª temporada e detestei todas as outras.


De Ricardo a 1 de Setembro de 2008 às 12:12
Esqueci-me do OC. Ahh, o DJ é um palhaço, o Zack enerva um santo e toda a gente sabe que a Summer vai ficar com o Seth, a Lindsay não se compara à Marissa e é uma personagem chata e a Alex, que é uma personagem excelente, foi muito mal aproveitada, muito por causa da FOX ser um canal de televisão conservador e estúpido. Mas isto é apenas a minha opinião.


Comentar post

Pesquisa

 
RSS