Terça-feira, 22 de Julho de 2008

E depois da tempestade... o tédio

Acabou. Finalmente acabou. Já estava farto. Já não aguentava mais um minuto. Chega de exames! Chega de escolas! Chega de notas! Chega de estudar até às tantas da manhã! E... principalmente, chega de observar os mais fascinantes comportamentos da espécie humana sem o tempo para reflectir sobre eles, escrever e publicar no sítio do costume. O nosso sítio do costume, o Criticando, pois é óbvio que não me estava a referir ao Pingo Doce.

Nem tive tempo para respirar. Segunda fui logo atirado de cabeça para o primeiro dia de praia do ano. E não é que a areia faz comichão? A sério. Nunca tal tinha acontecido. Faz comichaozinha no peito do pé. Pacicência. Continuemos. Foi uma seca! A sério. Já não me sinto preparado para estar deitado sem fazer nada. É deveras difícil. Tenho coisas para fazer, mas é difícil. A minha casa de praia é um deserto. Sem net. Sem Playstation e computador nos primeiros dias. Sem jogos decentes. E sem livros para ler.

Pode ser que passe e que consiga encontrar alegria nas coisas mais triviais. É claro que isso é conversa para doidos. Eu não acredito nessas falinhas mansas. As coisas triviais não dão grande prazer. Por isso é que são triviais. Triviais e rotineiras. Rotineiras e comuns. Comuns e ordinárias. É isso que as distingue das outras. Então como ultrapassar o tédio? Fácil. Passo pela FNAC e compro um bom livro (neste caso vai ser a Trilogia de NY de Paul Auster), compro o GTA IV e escrevo, assim quando tiver net vou encher este blog de artigos. Artigos menos chatos que este, espero. Mas vocês serão os juízes disso e despeço-me com desejos de boas férias, se for o caso, a todos os leitores do Criticando. Se não for o caso, tenho pena, mas espero que ultrapassem o calor e sigam em frente. Que mais podemos fazer?

sinto-me:
música: The Last Shadow Puppets - The Age Of The Understatement
Tags:

publicado por Ricardo às 19:58
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De luxxx a 28 de Julho de 2008 às 13:25
Ah ah ah ah ah ah!

A areia é tramada, Rikardo.

Mas Paul Auster e GTA IV serão boas recompensas. Mesmo muito, muito boas!


De Falk a 17 de Setembro de 2008 às 21:14
"Já não me sinto preparado para estar deitado sem fazer nada. É deveras difícil."

Ganda lata!! tu não fizeste nada se não estar deitado o dia todo de barriga para o ar, ao sol. quando não estavas a fazer isso, estavas a ler a tua lolita! Eu nem quero saber se tu estivesses preparado para estar deitado sem fazer nada... enfim...


De Ricardo a 22 de Setembro de 2008 às 19:38
É verdade... é verdade... mas a teoria é diferente da prática. E fiz coisas: não joguei GTA IV, mas joguei GTA VCS, Tomb Raider e Uncharted. E li muito! Agora, se eu tenho a excelente habilidade de estar deitado o dia todo e ler Lolita ou ouvir The Last Shadow Puppets ao mesmo tempo, digamos que nasci assim. Uma capacidade nata.


Comentar post

Música da semana

Pesquisa

 
RSS