Sábado, 17 de Julho de 2010

FIM

Já estava à vista de todos, mas achei melhor oficializar.


publicado por Ricardo às 18:10
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Março de 2010

Oscars 2010: Vencedores

 

É sempre giro ver os Oscars. No entanto, gostei mais da cerimónia do ano passado. Todos os prémios foram mais ou menos previsíveis, concorde-se ou não, excepto talvez o Melhor Argumento Adaptado. Não sou fã dos apresentadores, mas também não apareceram muito e até tinham bom material (gostei do sketche do Paranormal Activity).

 

Felizmente, o Avatar não ganhou. Independentemente disso, o (500) Days of Summer foi roubado.

 

Às vezes fiquei na dúvdia se não teria carregado sem querer no botão e mudado para a MTV. Podia jurar que estava a ver o MTV Movie Awards...

Tags:

publicado por Ricardo às 21:14
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 7 de Março de 2010

Oscars 2010: Previsão

Hoje é dia Oscars. Para ser sincero, estes prémios cada vez têm menos significado para mim. Primeiro porque acho que a Academia tem certos tiques a escolher filmes e não trata todos de maneira igual. Depois porque às vezes parece mais um jogo político e de marketing do que uma distinção a uma arte.

 

Justos ou injustos, têm sempre a sua graça e causam debates interessantes. Os nomeados para Melhor Filme são:

 

  • Avatar
  • Blind Side, The
  • District 9
  • Education, An
  • Hurt Locker, The
  • Inglourious Basterds
  • Precious
  • A Serious Man
  • Up
  • Up in the Air

Não possos fazer grandes previsões porque só vi 6 filmes (Avatar, District 9, An Education, The Hurt Locker, Up e Up in the Air, sim eu sei, não vi Basterds). Dos que vi, gostei muito de todos, excepto talvez Avatar, que é sem dúvida muito divertido. É um filme bom, mas não "vencedor dos Oscars" bom. E daí, também não achei The Departed e Crash "vencedores de Oscars" bons.

 

Por mim, pode ganhar qualquer um, excepto a Pocahontas 3D. 2009 teve muitos bons filmes, mas não teve nenhum filme que eu tenha achado brilhante. Ou melhor, o filme que eu achei excelente nem sequer foi nomeado: (500) Days of Summer. Já estava à espera. Primeiro porque os senhores da Academia vão pelas modas e como um filme indie ganhou a última edição, tal não podia acontecer dois anos seguidos. Era mau para o espectáculo e para a reputação. Aliás, foi nomeado para os Globes na secção errada e perdeu para a comédia mais genérica e sobrevalorizada de sempre. É tudo uma questão de timing. The Dark Knight não foi nomeado o ano passado e Avatar foi nomeado este ano com hipóteses de ganhar. Será que vimos os mesmos filmes?

 

Dos nomeados, tenho uma ligeira preferência por An Education que, apesar de não ser perfeito, é um filme muito bom com uma interpretação excelente da Carey Mulligan. Sem dúvida a mais cativante das nomeadas a Melhor Actriz. Os outros já estão selados (Jeff Bridges, Christopher Waltz e Mo'nique) e este vai muito provavelmente para a Sandra Bullock. No entanto, estou a torcer pela Ms. Mulligan.

 

O prémio de realização está muito competitivo este ano. Acho que podemos excluir o Lee Daniels (apesar ainda não ter visto Precious). Se a Kathryn Bigelow ganhar será a primeira mulher a fazê-lo e a realização dela no The Hurt Locker foi cinco estrelas. Assim como a do Jason Reitman em Up in the Air. O Quentin também já anda à muito tempo a pedi-lo. No entanto, o James Cameron foi o mais inovador (embora não o ache que seja nada de transcendente, sublinho o que se tem dito: o gajo sabe como gastar 280 milhões de dolares). Se tivesse que escolher ficaria indeciso entre Reitman e Bigelow. Estou curioso em relação à decisão da Academia.

 

Dizem que o sprint final vai ser entre o The Hurt Locker e o Avatar. Gostei do primeiro, embora não tenha adorado, mas o Avatar ganhar seria uma grande injustiça. Eu nunca apostaria em tal coisa, mas o hype está a favor dele e, sejamos sinceros, o nome James Cameron tem bastante peso. Quão pesado? O suficiente para afundar um navio.

 

O Cineblog teve dois posts interessantes sobre o tema. Este e este.

Tags: ,

publicado por Ricardo às 19:22
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 7 de Fevereiro de 2010

Uma Aventura Para Todas As Idades

Clique na imagem para ampliar.

 

Há algum tempo dei de caras com esta pérola e não tive outra escolha senão guardá-la. É uma notícia no site da Lusomundo a apresentar o filme Uma Aventura, baseado naqueles famosos livros que imitam Os Cinco.

 

Como se pode ver, Uma Aventura é um filme para todas as idades. Depois vemos as opiniões dos aventureiros. Temos o Carlos e o Martim, com 8 anos; o Ricardo de 9, um fã do Chico; a Carla de 10 gostou tanto do filme que vai ver outra vez com as amigas; a Maria da mesma idade; o Hugo de 12 que considera o filme o melhor filme português de sempre, é óbvio que nunca viu a Soraia Chaves nua senão mudava de opinião, e, por último, mas não menos importante, temos o Diogo, de 14 anos. Pode parecer deslocado porque está um pouco acima da média de idades do filme, mas não. Isso foi só impressão minha. O Diogo achava que o filme era para miúdos pequenos. Que ideia, Diogo! Até mete medo! O filme é para todas idades! Miúdos pequenos! Olha-me este!


publicado por Ricardo às 17:51
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Up in the Air (2009)

Ficha Técnica

Título Original: Up in the Air
Título Traduzido: Nas Nuvens
Ano: 2009
Argumento: Jason Reitman & Sheldon Turner
Realização: Jason Reitman
Elenco: George Clooney, Vera Farmiga & Anna Kendrick
Estreia nos EUA: 23 de Dezembro de 2009
Estreia em Portugal: 21 de Janeiro de 2010

 

Rotten Tomatoes: 90%
Metacritic: 83 / 100
IMDB: 8.1 / 10

 

 

 

Tags:

publicado por Ricardo às 19:31
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Golden Globes 2010 (actualizado)

 

O James Cameron ganhou o melhor realizador pelo Avatar, o Up in the Air o melhor argumento, o Up da Pixar o melhor filme de animação e este ganhou o melhor filme estrangeiro.

 

Se quiserem ver o resto dos vencedores (faltam os prémios das músicas e das mini-séries) ou os nomeados cliquem aqui.

 

Amanhã (tecnicamente hoje porque já passa da meia-noite), comento os resultados.

 

 

Actualização:

 

Televisão:

Apesar dos nomeados terem sido uma anedota, os vencedores, excepto os das melhores série, até nem foram mal escolhidos.

Mad Men é um novela e, embora seja extremamente bem produzida, não merece, na minha opinião, o título de melhor série dramática. Os senhores dos Emmys e dos Globos discordam. Para mim, ficaria muito melhor entregue a Dexter ou a Breaking Bad, só para nomear alguns.

Por outro lado, estou plenamente de acordo com os prémios de interpretação: adoro o Michael C. Hall e a Julianna Margulies. Não podiam ter sido melhor entregues.

Glee é engraçado. Não passa disso. Há várias séries de comédia muito melhores que ela. Modern Family e The Office, que estavam nos nomeados, por exemplo, e as que, na minha opinião, são as melhores séries da actualidade: Parks and Recreation e Better Off Ted.

Toni Collette é uma excelente actriz e merece o prémio. Alec Baldwin nem tanto. Prefiro mil vezes a interpretação do Steve Carrel no The Office.

Os prémios para os actores secundários são uma piada. Ou se divide drama e comédia ou não. Decidiram misturar. John Lithgow é um excelente actor e merece a distinção, mas não o podemos comparar com actores como o Neil Patrick Harris que tem um papel completamente diferente. Não vejo Big Love (está na lista) por isso não comento a distinção de Chloë Sevigny (miúda gira, por acaso), mas volto a dizer que é impossível compará-la com Jane Lynch. Será que custava muito fazer mais dois prémios?

Cinema:

Aqui nem digo nada. Não vi vários filmes e alguns prémios parecem uma piada de mau gosto.

Destaco apenas: Avatar?!? A sério?!? Foram por aí? E em que universo é que o The Hangover, uma comédia prefeitamente genérica, é melhor que o (500) Days of Summer que nem sequer é uma comédia?!? E dão um prémio ao Robert Downey Jr. por assassinar um personagem mítico a fazer o que faz em praticamente todos os filmes?

Tags:

publicado por Ricardo às 00:12
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 17 de Janeiro de 2010

Up (2009)

Ficha Técnica

Título Original: Up
Título Traduzido: Up - Altamente
Ano: 2009
Argumento: Pete Docter, Bob Peterson & Thomas McCarthy (só história)
Realização: Pete Docter & Bob Peterson (co-realizador)
Elenco: Edward Asner, Jordan Nagai, Bob Peterson, Christopher Plummer.
Estreia nos EUA: 29 de Maio de 2009
Estreia em Portugal: 13 de Agosto de 2009

 

Rotten Tomatoes: 98%
Metacritic: 88 / 100
IMDB: 8.5 / 10

 

 

 

Tags:

publicado por Ricardo às 14:11
link do post | comentar | favorito
|

Música da semana

Pesquisa

 
RSS